Servidores ICMBio

Fórum destinado às discussões sobre temas que envolvem os servidores do ICMBio. Fórum democrático que visa a troca de idéias e a ajuda mútua entre os servidores. Não tem nenhuma ligação com as Diretorias do Instituto.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Árvores Brasileiras: Manual de Identificação e Cultivo de Plantas Arbóreas Nativas do Brasil - Vol. 02

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 400
Data de inscrição : 25/02/2008

MensagemAssunto: Árvores Brasileiras: Manual de Identificação e Cultivo de Plantas Arbóreas Nativas do Brasil - Vol. 02   Ter Fev 26, 2008 7:18 pm

LORENZI, H. "Árvores Brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil", vol 2. 2a. ed. Nova Odessa,SP: Instituto Platarum, 2002. 384 p. il.

Muitas fotos: Para cada espécie inclui foto de ramo, folha, arquitetura da árvore, flores, frutos, sementes, aspecto da casca (tronco) e madeira.


Apresentação: Este livro é o resultado de mais de 20 anos de estudos, pesquisas e trabalhos com essenciais florestais nativas. É uma continuação do livro "Árvores Brasileiras vol. 1" publicado inicialmente em 1992 e já na sua 3ª edição. Contém o mesmo número de espécies daquele, porém incluindo principalmente espécies raras e ameaçadas de extinção, além de possuir o mesmo desenho gráfico e composição, bem como a mesma ordem alfabética de apresentação por família, gêneros e espécies botânicas. Esta é uma nova edição, a 2ª, atualizada e melhorada em relação à anterior. A presente obra tem por objetivo popularizar o conhecimento das nossas espécies florestais e fornecer orientação para o seu cultivo. Proporciona subsídios a fácil identificação das plantas através do uso da fotografia de seus principais componentes identificativos, sem a necessidade de recorrer à leitura de texto descritivo. O texto incluso apenas fornece informações que não puderam ser ilustradas através das fotos, como altura da planta, diâmetro do tronco, textura e tamanho das folhas, etc. A ênfase maior na parte escrita é dada aos aspectos necessários à obtenção e preparo de sementes e sua produção de mudas. Para o completo conhecimento das plantas é incluído também um texto simples sobre seu local de ocorrência, característica de sua madeira, utilidade, aspectos ecológicos e fenológicos, etc. As espécies são apresentadas uma por página, onde são incluídas 6 fotografias e as informações escritas. As fotografias são apresentadas pela seguinte ordem: lado esquerdo superior - planta adulta; lado direito superior - detalhe da folha e flor ou inflorescência; parte inferior do lado esquerdo para o direito - frutos, sementes, tronco, madeira. Procurou-se incluir as mais raras e importantes espécies de porte arbóreo existentes em estado nativo no território brasileiro. Considerou-se como tal, as espécies que apresentam na idade adulta altura superior a quatro metros de diâmetro do tronco, na altura do peito, maior que 15 cm. No caso da existência de duas ou mais espécies do mesmo gênero que não puderam ser facilmente separadas por fotografias, procurou-se incluir apenas uma. A maioria das árvores cultivadas em ruas e praças de nossas cidades não são nativas e, e por conseguinte, não foram incluídas neste livro; são espécies introduzidas de outros países (plantas exóticas), das quais as mais conhecidas são: jacarandá-mimoso, flamboiant, alfeneiro, casuarina, cássias diversas (javanesa, nodosa, siamesa e imperial), sete-copas, uva-japonesa, santa-bárbara, cinamomo, tipuana, mangueira, espatódea, algarobeira, pinus, leocena, mimo-de-vênus, eucalipto, murta, grevilha, etc. As fotografias da planta adulta foram obtidas na região de origem e, sempre que possível, de exemplares que cresceram isoladamente (fora da mata), visando dar uma idéia aproximada da forma que pode ser esperada quando plantada em jardins, praças, ruas, etc. As árvores que crescem dentro da mata geralmente são mais altas e tem copa estreita e elevada, normalmente muito diferente da apresentada por indivíduos isolados; entretanto, a descrição de sua altura máxima foi obtida de exemplares que tiveram a maior parte do seu crescimento dentro da mata. As fotografias da madeira foram quase totalmente obtidas de amostras coletadas pelo próprio autor nas regiões de ocorrência em todo o país e encontram-se depositadas na xiloteca do Instituto Plantarum. As restantes foram obtidas em xilotecas de várias instituições do país. Os seus estudos tecnológicos foram efetuados no IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas - USP) de São Paulo. A grande maioria de informações sobre a obtenção e preparo de sementes, produção de mudas e desenvolvimento das plantas no campo, foi obtida durante nossa experiência profissional prática de mais de 15 anos de trabalho com a colheita de sementes, produção de mudas e reflorestamento com essências nativas. Muito contribuiram para este aprendizado, principalmente as experiências conduzidas e vividas na CRESCIUMAL AGROPECUÁRIA DE LEME - SP, onde durante 15 anos seguidos foram produzidas milhares de mudas de essenciais nativas e reflorestados dezenas de hectares. As informações fenológicas foram também levantadas durante esse período, principalmente nas regiões centro sul e sudeste do país. No caso das espécies que também ocorrem em estado nativo em outras regiões, adotou-se os dados fenológicos da região centro sul. Entretanto, como regra geral, as espécies que também ocorrem ao norte dessa região florescem e frutificam um pouco mais cedo e, as que também ocorrem ao sul dessa região florescem e frutificam um pouco mais tarde. Foram consideradas dez formações vegetais principais existentes no território Brasileiro, assim distribuídas: 1) Mata Pluvial Atlântica da Restinga - localizada na planície quaternária da costa litorânea; 2) Mata Pluvial da Encosta Atlântica - localizada na encosta da cadeia marítima que vai do Rio Grande do Sul ao Rio Grande do Norte; 3) Floresta Semidecídua de Altitude - localizada no planalto que se estende do sul da Bahia ao Rio Grande do Sul, porém somente da parte que vai do sul da Bahia até São Paulo em altitudes de 700 - 1400 m; 4) Mata de Pinhais - localizada no mesmo planalto na parte que vai do Paraná até o Rio Grande do Sul e em regiões acima de 1400 m nos demais estados; 5) Floresta Latifoliada Semidecídua da Bacia do Paraná - localizada na bacia do rio do mesmo nome e seus afluentes; 6) Mata Ciliar ou de Galeria - localizada na maior parte da Região Amazônica; 7) Floresta Pluvial Amazônica ou Floresta Equatorial - localizada na maior parte da Região Amazônica; Cool Cerrado - localizado na maior parte da região central do país (dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul até o Pará, Maranhão e Piauí); 9) Floresta Decídua ou Xeromórfica - compreende a caatinga da região semi árida do Nordeste Brasileiro e as pequenas matas localizadas sobre afloramentos calcários espalhadas por toda a região do Brasil Central; 10) Campos - localizados no Planalto Meridional (Campos Gerais), extremo sul do Rio Grande do Sul (Pampas), extremo norte do país e região do Brasil Central (Campos Cerrados). Todas as fotografias foram efetuadas pelo próprio autor, salvo quando indicadas, em condições de campo, com equipamento semi-profissional de 35mm e equipamento profissional digital, em ambos os casos utilizando-se das técnicas de macrofotografia e fotografia convencional. Todas as espécies tiveram excicatas coletadas, tanto no estádio de florescimento como de frutificação, as quais encontram-se depositadas no herbário do Instituto Plantarum. As identificações taxonômicas foram conferidas nos herbários e pelos taxonomistas do Instituto de Botânica - USP, Instituto Agronômico - Campinas - SP, Universidade de Campinas (UNICAMP) - Campinas - SP, Universidade de São Paulo (USP) - SP, Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Instituto Florestal - SP, INPA - Manaus - AM, EMBRAPA - CPATU - Belém - PA, Universidade Estadual Paulista (UNESP) - Botucatu e Rio Claro - SP, CEPEC (CEPLAC) - Itabuna - BA, New York Botanical Garden - USA, GREI Herbarium - Harvard University - USA.

Autor: Lorenzi, Harri
Ano: 2002
Páginas: 368
Preço em 15/03/2008: R$ 110,00

Onde comprar: http://www.useb.com.br/detalhes_livro.asp?id_livro=370
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://icmbio-servidores.forumeiros.com
 
Árvores Brasileiras: Manual de Identificação e Cultivo de Plantas Arbóreas Nativas do Brasil - Vol. 02
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Push-back manual
» Identificação de carimbos
» [Brasil] Senador pede apoio para turbinas brasileiras
» Manual de como usar o FMC do 737-800 PMDG FS2004
» Texturas brasileiras voltou!!!!!!!!!!!!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Servidores ICMBio :: Bibliografia Sugerida :: Flora - Bibliografia :: Vegetação - bibliografia sugerida-
Ir para: