Servidores ICMBio

Fórum destinado às discussões sobre temas que envolvem os servidores do ICMBio. Fórum democrático que visa a troca de idéias e a ajuda mútua entre os servidores. Não tem nenhuma ligação com as Diretorias do Instituto.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Ecofisiologia Vegetal

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 400
Data de inscrição : 25/02/2008

MensagemAssunto: Ecofisiologia Vegetal   Sab Mar 15, 2008 3:57 pm

Ecofisiologia Vegetal

Este livro oferece um conhecimento sólido dos padrões da economia hídrica e mineral e do trabalho da planta no ambiente. Esta edição foi inteiramente modificada, ampliada e atualizada, contando com 378 figuras e 78 tabelas. O livro é destinado aos estudantes de Biologia, Ecologia e da área Agronômica. O conteúdo não se limita às explicações dos mecanismos causais, buscando também entender o sentido evolutivo e o significado para as funções e o espaço vital da planta. Esta edição brasileira conta com uma centena de notas do tradutor e dois boxes de autores brasileiros, um no primeiro capítulo, "Algumas Substâncias do Metabolismo Secundário de Plantas Nativas Introduzidas no Brasil", e outro no último capítulo, "Respostas de Plantas Nativas do Brasil à Poluição Atmosférica". Sumário: 1. O Ambiente das Plantas: as esferas terrestres onde vivem as plantas, a atmosfera, a hidrosfera, a litosfera e o solo, a fitosfera, uma parte da biosfera, processos biogeoquímicos na rizosfera, interação química através de substâncias vegetais bioativas, substâncias do metabolismo secundário de algumas espécies nativas e introduzidas no Brasil, radiação e clima, radiação, a radiação como fator ambiental, a distribuição da radiação na cobertura vegetal, o meio ambiente luminoso de uma planta individual, a recepção da radiação pelas folhas, adaptação da planta em relação à radiação local, clima, regiões climáticas, o bioclima na fitosfera, a variabilidade do clima, 2. O Balanço de Carbono das Plantas: o metabolismo do carbono, fotossíntese, o processo fotoquímico: conversão de energia, fixação e redução do dióxido de carbono: conversão de substâncias, fotorrespiração: a via do glicolato, liberação de energia por meio de processos catabólicos, as trocas gasosas nas plantas, as trocas gasosas do dióxido de carbono e oxigênio, o processo de difusão, o gradiente de concentração, o caminho da difusão e a resistência do CO2 na folha, a regulação das trocas, capacidade fotossintética líquida, atividade específica da respiração mitocondrial, a influência do estádio de desenvolvimento e do nível da atividade do vegetal sobre a respiração e a fotossíntese, o efeito dos fatores externos sobre as trocas de CO2, a fotossíntese em resposta à radiação, a fotossíntese e a respiração em função da temperatura, trocas gasosas do CO2 e o suprimento hídrico, trocas gasosas do CO2 e nutrição mineral, as respostas das trocas de CO2 em referência à interação dos fatores externos, a economia do carbono na planta, o balanço das trocas gasosas, a economia das trocas gasosas do CO2, a duração do período de assimilação, o balanço geral do CO2, produção de matéria seca: o trabalho de assimilação e seu rendimento, utilização dos fotossintatos e a taxa de crescimento, translocação de fotossintatos, custos e benefícios da folha, forma de vida e utilização dos fotossintatos, a economia de carbono das comunidades vegetais, a produtividade das comunidades vegetais, a produção primária da cobertura vegetal sobre a terra, o balanço de carbono da comunidade vegetal, a produção bruta e a respiração da comunidade vegetal, o aproveitamento do rendimento da produção primária, a dinâmica da produção em diferentes comunidades vegetais: florestas, áreas florestais abertas, charnecas de arbustos anões, aproveitamento de energia na comunidade vegetal, a eficiência energética da fotossíntese, conteúdo de energia na massa vegetal, eficiência energética da produção primária das comunidades vegetais, 3. A Utilização dos Elementos Minerais: o solo como fonte de nutrientes para as plantas, a presença dos nutrientes minerais no solo, absorção e trocas de íons no solo, a absorção de minerais pelas plantas, a absorção de nutrientes provenientes do solo, a absorção de íons pela célula, o abastecimento de nutrientes na raiz, o transporte de íons na raiz, o transporte de longa distância dos nutrientes minerais na planta, deposição e utilização dos minerais na planta, conteúdo mineral da matéria seca e composição da cinza dos vegetais, as necessidades nutricionais e a incorporação de substâncias minerais, o estado nutricional da planta, eliminação dos minerais, o metabolismo do nitrogênio, a absorção de nitrogênio pela planta, assimilação do nitrogênio, a distribuição do nitrogênio na planta, diazotrofia: fixação do nitrogênio gasoso pelo microorganismos, aspectos particulares da nutrição mineral relacionada ao habitat, plantas crescendo em solos ácidos e em solos básicos, plantas calcícolas e plantas calcífugas, plantas em habitats pobres em nutrientes, a ciclagem de minerais na comunidade vegetal, o balanço de minerais na comunidade vegetal, a ciclagem de minerais, 4. Relações Hídricas: tipos básicos de balanço hídrico no reino vegetal: plantas poiquiloídricas e plantas homeoídricas, as relações hídricas da célula vegetal, a água na célula, o potencial hídrico da célula, o equilíbrio dinâmico do fluxo da água na célula, a economia hídrica da planta, a absorção de água, absorção da água realizada diretamente pelo talo ou por outras partes aéreas, a absorção da água do solo, a planta no gradiente de potencial hídrico entre o solo e a atmosfera (o continuum solo-planta-atmosfera), a perda de água pela planta, a evoporação proveniente das superfícies úmidas, a transpiração como um processo físico, a transpiração como um processo regulado fisiologicamente , o balanço hídrico da planta, o balanço hídrico como um equilíbrio dinâmico, manutenção do balanço hídrico positivo por mecanismos reguladores, indicadores do estado do balaço hídrico, a variabilidade do balanço hídrico, tipos básicos de balanço hídrico: hidroestável e hidrolábil, tipos funcionais do balanço hídrico, a economia hídrica das comunidades vegetais, o balanço hídrico da cobertura vegetal, a equação do balanço hídrico, a precipitação disponível, a evapotranspiração da cobertura vegetal, escoamento superficial e percolação, outras fontes de abastecimento hídrico da comunidade vegetal, 5. AS Influências do Ambiente sobre o Crescimento e sobre o Desenvolvimento: regulação do crescimento e do desenvolvimento, a função dos hormônios vegetais, o efeito dos fatores externos, o efeito da radiação sobre o processo de desenvolvimento, o efeito da temperatura sobre o desenvolvimento, estádios do ciclo de vida da planta, a fase embrionária: informações adicionais provenientes da planta-mãe, germinação e estabelecimento: ser ou não ser, a fase vegetativa: o período de maior crescimento, a fase reprodutiva: floração e frutificação, senescência: coordenação da retirada de compostos, a sazonalidade do crescimento e do desenvolvimento, padrões no ciclo do desenvolvimento, plantas com crescimento contínuo, plantas com crescimento intermitente, ciclos reprodutivos, sincronização do crescimento e ritmo climático, a dormência de inverno nas regiões frias, fenologia: o desenvolvimento da planta como um indicador do curso do clima e das alterações atmosféricas, fenofases e datas fenológicas, dendrocronologia: crescimento anual dos anéis do lenho e variabilidade climática, 6. A Planta sob Estresse: o estresse como distúrbio e síndrome, o que é estresse?, o que ocorre durante o estresse?, como se reconhece o estresse?, o estresse e a vida da planta, o efeito do estresse sobre o organismo como um todo, ajustando o organismo em resposta ao estresse, os custos de superação do estresse, sobrevivência e estresse, estresse e evolução, restrições impostas pelo ambiente natural, a radiação como fator de estresse, estresse causado pela radiação intensa, radiação ultravioleta, a temperatura como um fator de estresse, temperaturas extremas sobre a terra e limites de temperatura para a manutenção da vida, calor, frio e congelamento, o solo congelado, a neve e o gelo, deficiência de oxigênio nos solos, distúrbios funcionais e padrões de injúria, sobrevivendo sob a deficiência de oxigênio, seca, a seca como um fator de estresse, distúrbios funcionais e padrões de injúria, sobrevivência sob o estado da seca, o estresse salino, habitats salinos, efeito da alta concentração de sais sobre as plantas, sobreviência em solos salinos, sensibilidade ao sal e plantas halofóbicas, o estresse antropogênico, os poluentes derivados da atividade humana e seu impacto na fitosfera, o efeito da poluição sobre a planta, os poluentes transportados pelo ar, respostas das plantas nativas brasileiras à poluição, contaminações de metais pesados na água e no solo, bioindicadores do impacto da poluição, o efeito dos poluentes atmosféricos sobre o ecossistema e em nível global, declínio das florestas na europa: um ecossistema sob a síndrome de estresse, aumento global de gases-traço que absorvem a radiação infravermelha.

Autor: Larcher, Walter
Ano: 2006
Páginas: 531
Preço R$ 67,80

Onde comprar: http://www.useb.com.br/detalhes_livro.asp?id_livro=265
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://icmbio-servidores.forumeiros.com
 
Ecofisiologia Vegetal
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Servidores ICMBio :: Bibliografia Sugerida :: Flora - Bibliografia :: Vegetação - bibliografia sugerida-
Ir para: